Página Inicial
Site Fapesp
      Site Capes
Site CNPq
Site Plataforma Lattes
Site Pós FMUSP
Site Capes Periódicos

Linhas de Pesquisa


Sinalização e diferenciação das células do órgão de Corti, perspectivas para terapia da surdez

Linha de pesquisa básica relevante para terapias celulares com células-tronco incluindo mecanismos celulares e moleculares da manutenção do estado primitivo de células-tronco e indução da diferenciação celular; mobilização, migração e integração das células-tronco e linhagens diferenciadas com o ambiente tecidual; controles da proliferação in situ de células-tronco; expansão in vitro de células-tronco; reprogramação celular

Orientadores:

Ricardo Ferreira Bento

Pesquisadores:

Jeanne Oiticica, Karina Lezirovitz, Luciana Amaral Haddad, Regina Celia Mingroni Netto, Ana Carla Batissoco, Bryan Eric Strauss, Luciana dos Reis Vasques, Luiz Carlos de Melo Barboza Junior.

Identificação de novos genes e estudos funcionais na surdez não-sindrômica

A surdez não-sindrômica é uma das doenças mais geneticamente heterogêneas que se tem conhecimento com mais de 110 regiões cromossômicas candidatas mapeadas, mas apenas 69 desses genes já identificados.

Esse projeto de pesquisa tem como objetivo identificar novos genes e mutações em pacientes com surdez e estabelecer relações genótipo-fenótipo. Estudos de mapeamento, descoberta de novos genes e estudos funcionais só são possíveis em laboratórios que contam com coleções de amostras de famílias interessantes e bem estudadas clinicamente que se prestem a esse tipo de investigação. Deste modo, a pesquisa será executada em quatro etapas: 1) o estabelecimento de uma rotina de diagnóstico genético-molecular em indivíduos e famílias com surdez sindrômica e não-sindrômica, com aplicações imediatas em diagnóstico etiológico e aconselhamento genético dessas famílias; 2) Estudos de ligação e de exomas (porção codificadora de todos os genes do genoma humano) para identificar os genes responsáveis por surdez em famílias já averiguadas ou selecionadas da casuística acima.

Para algumas dessas famílias, já foi possível definir por meio de estudos de ligação prévios uma região cromossômica candidata, mas o gene responsável ainda não foi identificado. O grande número de genes localizados dentro das regiões candidatas torna em geral impraticável em termos de tempo e custo o sequenciamento convencional gene a gene. 3) estudo etiológico e genético-molecular da surdez associada a malformações cócleo-vestibulares; 4) avaliação dos resultados do implante coclear em função da etiologia da perda auditiva, com ênfase nos casos diagnosticados como genéticos. Uma vez que o implante coclear é um procedimento cirúrgico invasivo e caro, a identificação de fatores que podem prever sua eficácia tem implicações práticas importantes.

Orientadores:

Karina Lezirovitz

Pesquisadores:

Regina Célia Mingroni Netto, Ricardo Ferreira Bento, Jeanne Oiticica, Vitor Dantas, Robinson Koji Tsuji, Juliana Sampaio Silva, Gustavo Guilherme Deschamps, Ana Carla Batissoco

Transplante de células-tronco adultas e embrionárias na terapia da surdez

Com ênfase no potencial de regeneração estrutural, pretendemos estabelecer um protocolo de cultivo e seleção de células positivas para nestina e para outros marcadores de células-tronco a partir de órgão de Corti de cobaias recém-nascidas saudáveis, implantá-las em cobaias adultas surdas e examinar a viabilidade, distribuição tecidual e padrão de diferenciação das células transplantadas. A eficácia do transplante celular será determinada por meio de análise histológica e funcional por meio da audiometria de tronco cerebral

Orientadores:

Ricardo Ferreira Bento

Pesquisadores:

Luiz Carlos de Melo Barboza Junior, Jeanne Oiticica, Luciana Amaral Haddad, Regina Celia Mingroni Netto, Ana Carla Batissoco, Bryan Eric Strauss, Luciana dos Reis Vasques, Karina Lezirovitz, José Inácio dos Santos Neto.

Surdez súbita

Avaliar a prevalência do perfil ansioso e checar se a ansiedade constitui fator de risco associado em pacientes com surdez súbita, através de questionários específicos aplicados e de ressonância magnética funcional. Avaliar a eficácia, a segurança e a tolerabilidade do corticóide por via intratimpânica em pacientes com surdez súbita, comparando os resultados com grupo controle através de auto-pareamento.

Elucidar a importância de fatores genéticos na etiologia da deficiência auditiva em casuísticas de ambulatório, com ênfase nas seguintes classes de pacientes:

a) pacientes com deficiência auditiva pré-lingual profunda, selecionados por serem candidatos a implante coclear no Departamento de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da USP (amostra estimada de 80 pacientes);
b) pacientes com surdez súbita atendidos no Ambulatório de Surdez súbita do Departamento de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da USP (amostra estimada de 80 pacientes);
c) pacientes com perda auditiva induzida por ruído, selecionados em empresas onde ocorrem ocupações expostas a níveis de ruído elevado (amostra já coletada de 104 pacientes).

Orientadores:

Roseli Saraiva Moreira Bittar

Pesquisadores:

Jeanne Oiticica, Fabio Elias Zerati, Lívia Nolêto de Rezende Oliveira, Sandra Lira Bastos de Magalhães, Ricardo Ferreira Bento, Luciana Amaral Haddad, Regina Celia Mingroni Netto, Ana Carla Batissoco, Luiz Carlos de Melo Barboza Junior, José Inácio dos Santos Neto.

LIM-32 (Laboratório de Investigação Médica 32) – Laboratório de Otorrinolaringologia
Disciplina de Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Avenida Dr. Arnaldo, 455 - 2º andar - sala 2209
Cep: 01246-903 - Cerqueira César - São Paulo
Telefone: (11) 3061-7166 - E-mail: jeanne.oiticica@hc.fm.usp.br